Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A sério que disseste isto?


3

10.01.13

(...) e, apesar do tempo ser irrelevante, há marcos que vão ficando. No fundo dás por ti a perder noção do tempo, horas que passam demasiado aceleradas quando deviam demorar um pouco mais, minutos que se atropelam quando o tempo escasseia, segundos que por vezes parecem durar uma eternidade. Parece paradoxo, mas tudo faz sentido. Por vezes dúvidas se tudo não passa de um fruto da tua imaginação, mas acontece que é bem real. Dás por ti a transportar algo de bom dentro de ti. Algo que modifica a tua expressão, o teu olhar,  o teu sorriso. Não te interrogas se no futuro continuará tudo assim, no presente sentes-te suficientemente feliz. Não fazes grandes planos para um futuro próximo, pois as pessoas cometem demasiados erros quando tentam ter tudo programado. Acaba por ser tudo um pouco imprevisível e é assim que gostas. Estás feliz e não mudavas nada e, se estás bem, o resto são pormenores.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031